Investimentos em imóveis Mercado imobiliário

Tudo que você precisa saber sobre trabalho do corretor de imóveis

O trabalho do corretor de imóveis

A proliferação de aplicativos e serviços que ajudam quem está procurando um imóvel a fazer a compra sem o apoio de um corretor de imóveis é relativamente recente, e pode ter feito você pensar: “será que eu preciso mesmo da ajuda de um profissional?”.

Enquanto fazer todo o trabalho sozinho pode te poupar alguns gastos com taxa de corretagem ou  honorários de corretagem imobiliária, essa pode não ser a melhor opção para quem busca fazer um bom investimento — e ainda pode acabar custando muito mais caro para o seu bolso no longo prazo.

Acontece que muitas pessoas não confiam no trabalho do corretor de imóveis e não entendem completamente o que esse profissional faz que elas não podem fazer por si mesmas.

Porém, comprar uma casa é um processo financeiro (e emocional) que, se não acompanhado por alguém que entende mesmo do assunto, pode significar muitas dores de cabeça no futuro.

E para que você entenda por que não deve descartar a ajuda de um profissional do ramo imobiliário na hora de comprar sua casa, apresentaremos tudo que você precisa saber sobre o que faz o corretor de imóveis e como ele pode garantir que você faça um negócio seguro! Confira!

O que faz um corretor de imóveis?

Aventurar-se por uma transação imobiliária como a compra de uma casa pode ser um negócio bem complicado. A internet tornou mais fácil algumas fases da procura por um imóvel — como, por exemplo, as incansáveis caminhadas para visitas —, mas ainda não conseguiu substituir o trabalho de um profissional experiente, o corretor de imóveis – origem latim: corrĕctor,ōris “o que corrige, emenda, censor”.

O que a lei diz sobre o trabalho do corretor?

Para entender por que o trabalho do corretor de imóveis é tão importante, deve-se saber quais são suas responsabilidades legais. Segundo a lei nº 12.236, de 19 de maio de 2010, em complemento ao art. 723 do Código Civil, são obrigações de um corretor de imóveis:

  • Checar a documentação do imóvel e do vendedor com relação à veracidade e validade dos mesmos e repassar os dados ao comprador.
  • Coletar e apresentar as certidões referentes à transação do imóvel, inclusive aquelas que constam a existência ou não de dívidas de condomínio, parcelas de financiamento em aberto, dívidas de IPTU e qualquer outra pendência do imóvel que seja de responsabilidade do vendedor.
  • Zelar e cumprir o Código de Ética da classe.
  • Responder civil e penalmente por quaisquer atos que gerem danos ao comprador, sejam eles causados por imprudência, imperícia, negligência ou infração ética.

A lei foi criada para atribuir mais responsabilidades ao corretor e proteger o cliente nas suas transações imobiliárias. Ela diz que o corretor deve prestar todas as informações ao cliente espontaneamente, ou seja, um bom corretor te oferece a resposta antes mesmo de você fazer a pergunta.

Mas quais exatamente são as atividades do corretor de imóveis?

Todo bom corretor será credenciado pelo CRECI — Conselho Regional de Corretores de Imóveis — do seu estado. É o CRECI que resume as principais atividades desse profissional:

  1. Conhecer e se manter sempre atualizado sobre o perfil e os detalhes do mercado imobiliário.
  2. Coletar as informações necessárias sobre compra, venda, aluguel, avaliação, preço, financiamentos, etc..
  3. Aproximar as partes interessadas.
  4. Firmar contrato, protegendo as partes envolvidas, relativo a sua prestação de serviço.
  5. Combinar os preços e as condições da transação.
  6. Examinar toda a documentação do imóvel, dando ciência de qualquer erro nelas para o candidato à compra.
  7. Agendar visitas ao imóvel junto ao vendedor, sendo responsável por mostrá-lo ao cliente.
  8. Orientar o cliente que queira investir em imóveis sobre todos os detalhes, documentações e trâmites envolvidos, além das melhores oportunidades.

Um excelente corretor de imóveis, então, é aquele que conhece bem o mercado e vai trabalhar para lhe poupar tempo, dinheiro e dor de cabeça, ajudando-o a fazer a oferta certa no imóvel certo — jogando duro nas negociações quando necessário — e estando sempre à frente de todo processo.

Quais são os benefícios de negociar com o corretor de imóveis?

Pronto! Agora que você já sabe quais são as responsabilidades e atividades de um corretor de imóveis, vai ficar um pouco mais fácil entender os benefícios que o trabalho dele pode gerar para você e para o seu bolso.

Corretores garantem mais conveniência e melhor acesso ao mercado

O trabalho do corretor de imóveis é servir de ligação entre compradores e vendedores. Por exemplo: se você está procurando por uma casa, o corretor vai localizar os imóveis que preenchem os seus requisitos, entrar em contato com o vendedor da propriedade e agendar a visita para que você conheça o imóvel.

Agora, se você estiver procurando imóveis sozinho, você terá que fazer esse contato, ligando e agendando horários por si mesmo. Isso pode ser ainda mais complicado se você estiver procurando por um imóvel em uma cidade diferente da que você mora.

Corretores sabem fazer uma negociação

Muitas pessoas não se sentem confortáveis em procurar um corretor de imóveis por acharem que eles só estão interessados nas suas comissões e não no bem-estar do comprador. Elas ainda acham que a negociação direta com o vendedor é mais transparente e permite às duas partes buscarem com mais clareza seus próprios interesses.

Isso até pode ser verdade, assumindo que o vendedor será uma pessoa razoável com quem seja fácil negociar. Infelizmente, na maioria das vezes esse não é o caso.

Imagine, por exemplo, que você gostou de uma casa, mas odiou a pintura dela ou os azulejos da cozinha. Se você estiver em contato com um corretor, poderá expressar sua opinião e pedi-lo para negociar um desconto no preço, visto que você terá que arcar com uma reforma para deixar o imóvel do seu jeito.

Caso contrário, essa negociação terá que ser feita por você, o que pode gerar uma situação incômoda entre você e o vendedor do local. O corretor sabe a melhor abordagem e pode evitar atritos entre as partes — atritos estes que podem acabar definitivamente com o negócio.

Além disso, o corretor é quem melhor conhece a região, as oportunidades, os preços e as peculiaridades do mercado imobiliário.  É também o corretor quem conhece e saberá te dizer quais são as melhores construtoras

Corretores estão acostumados com a burocracia dos contratos

Se você decide comprar uma casa, o contrato do negócio está lá para proteger você e seu dinheiro contra a má fé das pessoas e garantir que você está fazendo realmente um investimento seguro.

Um corretor experiente lida com contratos desse tipo diariamente e já está familiarizado com as condições que devem constar neles. Dessa forma, fica mais fácil resolver quando alguma condição nova deve ser acrescentada ou retirada para proteger a transação.

Corretores não podem mentir

Ok, eles até podem, mas como um bom corretor deve ser um profissional licenciado — todo corretor deve ter um registro no CRECI do seu estado, fique atento a isso na hora de escolher o seu. Isso garante que ele seja um profissional sério.

Quando você está lidando com um corretor de imóveis licenciado, ele está comprometido inclusive por lei (como mostramos) a uma relação fiduciária. Em outras palavras, o corretor tem a obrigação legal e moral de agir em prol do melhores interesses dos seus clientes, e não os dele próprio.

Além disso, a maioria dos corretores dependem de referências ou de clientes fiéis para construir sua base de contatos — que vai permitir que ele sobreviva no mercado. Isso significa que fazer o que há de melhor para o cliente deve ser tão importante para eles quanto fechar qualquer venda.

A verdade é que existem pessoas que pensam que vão se dar bem se aventurando pelo mercado imobiliário sem a ajuda de um corretor, mas dar uma rápida pesquisada em todos os detalhes envolvidos na compra de um imóvel irá mostrar que, ter um profissional ao seu lado, preocupado em fazer o melhor por você é realmente o caminho mais certo e seguro.

Como negociar com corretor de imóveis?

Trabalhar com o corretor, sem dúvidas, vai te garantir mais tranquilidade e conveniência para encontrar o imóvel dos seus sonhos. Porém, mesmo encontrando um corretor idôneo e experiente, o mercado imobiliário é cheio de truques e detalhes aos quais o comprador deve estar atento para garantir que a transação ocorrerá dentro dos seus interesses.

O corretor é quem faz a maior parte da negociação com o vendedor do imóvel, mas é preciso que você saiba negociar com o corretor para que ele consiga buscar exatamente aquilo que você procura para sua família.

Veja abaixo algumas dicas de como negociar com o corretor de imóveis:

Seja claro e específico na hora de descrever o que você quer

Por melhor que o corretor seja, ele não sabe ler pensamentos. Só você será capaz de dizer exatamente qual é o perfil do imóvel que você busca e o que é essencial que ele tenha para garantir a qualidade de vida da sua família.

Você precisa de duas vagas de garagem? Três dormitórios? Deixe tudo isso claro para que nem você, nem o corretor perca tempo olhando opções que não vão te atender.

Avalie também quais são os opcionais que você considera interessante (comércio próximo, condomínio com área de lazer completa, etc.), para que o corretor consiga buscar as opções mais interessantes.

Informe um valor abaixo daquilo que pode pagar

Você já tem uma ideia de qual é o limite do seu orçamento para adquirir o imóvel, porém, é preciso ter em mente que é normal acontecer de encontrarmos uma casa ou um apartamento do jeito que queríamos, porém em uma faixa de preço um pouco acima do que esperávamos.

Por isso, comece negociando com seu corretor um preço abaixo daquilo que você considera seu limite para que os imóveis encontrados fiquem dentro de uma faixa aceitável para o orçamento familiar.

Segure a empolgação e avalie o negócio com calma

Qualquer profissional de marketing te dirá com convicção: o processo de compra é, em grande parte, emocional. Isso significa que quando vamos comprar qualquer coisa, por menor que seja o valor, deixamos nossas emoções nos levarem e acabamos perdendo a oportunidade de conseguir um preço melhor.

Quando tratamos da compra de um imóvel, é preciso ter bastante cuidado. Um imóvel não é barato e, mais do que isso, é um investimento que você está fazendo. Você não vai querer comprar uma casa na empolgação por que aparentemente ela é ótima e está com um preço legal, e acabar descobrindo depois que esse não foi o melhor negócio que você poderia ter feito, certo?

Segure a emoção e, caso encontre um imóvel que pareça ser tudo aquilo que você queria, não demonstre tanto o seu interesse. Negocie com calma e avalie as condições do imóvel para ter certeza da transação, e deixe para comemorar só depois que ela estiver concluída.

Avalie o imóvel com cuidado e aponte os itens que podem ser negociados

Já falamos que pode acontecer de você encontrar uma casa ou um apartamento ótimo, porém com um acabamento que não é lá bem do seu gosto. Isso é um ponto que poderá servir como argumento para a negociação do preço e das condições da compra.

As visitas são de extrema importância nesse momento. Avalie com cuidado o lugar e faça mais de uma visita se necessário. Uma boa dica também, se surgir alguma grande dúvida, é levar um técnico ou especialista (um engenheiro, um encanador ou eletricista) para analisar a questão e dizer se o imóvel realmente está em boas condições. Com certeza o corretor também apoiará essa ideia.

Caso haja problemas pequenos, mas que vão exigir de você um investimento no futuro, é preciso conversar com corretor para que ele avalie se o imóvel já está num preço bom o suficiente ou se existe margem para negociar com o vendedor um desconto ou a correção dos problemas.

Quero comprar um imóvel na praia: é um bom momento para negociar com o corretor?

Passar uns tempos descansando na praia, principalmente para aqueles que não moram no litoral e sofrem com o estresse do dia a dia nas grandes cidades, é maravilhoso. Respirar o ar puro e aproveitar um descanso merecido junto à família é essencial para recarregar as baterias e voltar para a rotina com mais motivação.

Ainda assim, muitos acreditam que é melhor alugar uma casa por temporada em vez de investir em um lugar só seu. Isso porque esse não é um investimento barato e muitos, mesmo entendendo os benefícios de contratar os serviços de um corretor de imóveis, ficam com preguiça e receio de entrar nesse processo.

Principalmente em tempos de crise econômica, as dúvidas sobre comprar um segundo lar, que sirva como refúgio de férias para a família, são muitas. E para sanar as principais delas, trouxemos algumas dicas que vão te mostrar por que agora é o momento certo para fazer essa aquisição!

Por que comprar imóveis na crise?

Com a atual situação econômica no país, é comum que as pessoas cortem gastos e reduzam investimentos. Isso gera também uma baixa no mercado imobiliário, visto que o acesso ao crédito também diminuiu e a maioria das pessoas tem optado pelo aluguel em vez de comprar a casa própria.

É então que os preços de venda dos imóveis caem — já que a oferta está alta mas a procura está baixa. Isso torna a compra muito mais atrativa, deixando os preços do mercado mais baixos e tornando os vendedores mais propensos a negociar.

Imóveis são um investimento?

Ao contrário do que muitos pensam, imóveis são, sim, um investimento — e dos bons! Mesmo que eventualmente ocorram algumas baixas do mercado imobiliário, essa continua sendo uma forma sólida, segura e rentável de aplicar seu dinheiro e fazê-lo trabalhar por você.

Imóveis não podem ser pensados como um gasto. Seja para mudar para uma casa melhor, para ter uma segunda propriedade, ou mesmo para complementar a renda familiar alugando o segundo imóvel, é preciso ter em mente que se está adquirindo um bem de valor considerável, que poderá trazer ótimos rendimentos para a família.

Veja só por que investir em imóveis pode te trazer tantos benefícios:

Investir em imóveis é seguro

Diz o antigo ditado: Investir em “Imóveis é Pensar no Futuro”, um imóvel é um patrimônio físico. Ele está ao alcance das suas mãos e é a materialização do seu dinheiro: você pode tocá-lo e vê-lo. Um imóvel quitado é seu, ninguém poderá tomá-lo, diferentemente das cadernetas de poupança, por exemplo, que já foram congeladas pelo governo e outras aplicações em Bancos que podem render até menos que a inflação.

Imóvel é fonte de renda

Um imóvel, quando bem escolhido, é uma fonte de renda extra para a família, que pode servir para ajudar a pagar a educação dos filhos ou conquistar algum outro sonho familiar.

Imóvel pode valorizar bastante

Diz o antigo ditado: Investir em “Imóveis é Pensar no Futuro”. Além de gerar uma renda extra com locação, um imóvel pode ter uma valorização bastante significativa, passando a valer bem mais do que você pagou nele (seja por causa de alguma reforma ou da valorização regional).

Investir em imóveis gera estabilidade

Quem opta por alugar um imóvel, desfruta de uma renda que proporciona estabilidade e qualidade de vida à família.

Vale a pena comprar uma casa de veraneio?

O mercado imobiliário é bem valorizado em algumas regiões do país, principalmente no litoral. Dependendo da localização da praia e da distância do mar, os preços podem ficar bem salgados.

No entanto, é possível ter sua propriedade próxima à praia para se divertir com a família ou mesmo para conseguir um dinheirinho extra com o aluguel do local.

Confira nas nossas dicas abaixo para entender que comprar a casa de veraneio, em vez de alugar por temporada, pode ser uma opção muito mais interessante para você.

Possibilidade de renda extra

Por que em vez de alugar uma casa ou um apartamento para passar as férias com a família, você não se torna a pessoa a alugar seu imóvel para outros? Uma das grandes vantagens de comprar sua própria casa de veraneio é poder alugá-la e gerar uma fonte de renda extra durante os períodos que você não for usá-la.

Nessa hora, o corretor de imóveis também poderá ser seu aliado e garantir que você não sofra com problemas como danificação do imóvel ou manutenções excessivas devido ao mau uso dos inquilinos.

Um cantinho sempre disponível

Bem sabemos que, principalmente durante feriados, as casas de veraneio são muito procuradas por turistas de todos os lugares. Isso pode atrapalhar suas férias, tornando mais difícil encontrar o lugar perfeito com o melhor preço.

Quando você tem seu próprio imóvel na praia, isso significa que ele estará sempre disponível na hora que você quiser.

Quer passar um final de semana não planejado na praia? Ele está lá! Achou que ia trabalhar no fim de ano e de repente conseguiu uma folga? Sem problemas! Mesmo se você alugar o local, é você quem controla as datas que ele estará disponível.

Uma casa ou apartamento do jeitinho que você sempre quis

Alugar por temporada significa muita pesquisa todas as vezes que você decidir descansar. Encontrar um lugar bacana para a família, com uma boa localização e um bom preço, pode não ser tão fácil e acabar gerando estresse em um momento em que você deveria estar só relaxando.

Com a ajuda do corretor de imóveis, uma casa própria será do jeitinho que você sempre sonhou: com o número de quartos certo, garagem, área de lazer e na localização ideal. E mais: você não precisará lidar com as exigências de alguns proprietários que, em alguns casos, podem ser bem chatas.

Ótima relação entre custo e benefício

Por mais que o valor de investimento pareça alto, a relação entre custo e benefício de ter sua própria casa na praia é excelente. Viagens de férias não são baratas. Hotéis e restaurantes, principalmente no litoral, podem apresentar um preço bastante salgado, especialmente na alta temporada.

Ter seu próprio imóvel será a solução para esses problemas, pois vai te proporcionar uma economia com acomodação e comida na hora de viajar. Isso permite a recuperação do dinheiro investido com o tempo, principalmente se você optar por alugar o local para terceiros.

Seja qual for seu objetivo, o trabalho do corretor de imóveis será muito importante para conquistá-lo. Não importa se é para comprar uma casa ou um apartamento na praia ou na cidade, encontrar o imóvel perfeito e que caiba dentro do orçamento familiar é o ideal de qualquer um. Daí a necessidade de contar com um profissional que auxilie a conquistar esse sonho.

O corretor de imóveis é quem vai, obedecendo a lei, fazer a intermediação entre você e o vendedor e estabelecer o elo contratual, tão importante para que a transação seja segura. Também é ele que vai te ajudar a poupar dinheiro, achando as melhores oportunidades, e tempo, fazendo todo trabalho burocrático em prol dos seus interesses.

E então, gostou das nossas dicas? Já começou a pesquisar seu imóvel? Deixe um comentário!

Sobre o autor

Imobiliária Shopping Imóveis

Deixar comentário.