Investimentos em imóveis

Vale a pena investir em imóveis para aposentadoria?

Tradicionalmente, o mercado imobiliário é visto como um porto seguro, que oferece várias garantias para seus investidores. Nele, grandes fundos de investimento — bem como empresas e pessoas físicas que se dedicam à administração patrimonial — encontram uma série de benefícios que resiste até mesmo aos tempos de crise.

Ainda assim, será que investir em imóveis pensando na aposentadoria é uma boa ideia?

No post a seguir, nós mostraremos que, sim, essa pode ser uma ótima alternativa. Confira e tire todas as suas dúvidas sobre o assunto!

Investimentos e aposentadoria

Com tantas incertezas cercando o sistema previdenciário brasileiro, a população vem procurando alternativas para a aposentadoria. Afinal, não são poucas as dúvidas quanto à qualidade dos benefícios que serão dados aos aposentados no futuro.

Em outras épocas, a Caderneta de Poupança estaria entre as opções possíveis. Contudo, com a baixa remuneração que a Poupança tem apresentado, há bastante tempo ela deixou de ser um investimento atrativo.

Assim, o mercado de ações e de outros títulos públicos e privados tem recebido o capital de investidores de todos os portes, que estão pensando em guardar dinheiro para quando se aposentarem. Porém, diante dos riscos existentes, convém avaliar se, de fato, esse é o melhor caminho.

Os riscos dos investimentos

No mercado de ações, por exemplo, é verdade que o dinheiro pode ter alta rentabilidade. Todavia, também é verdade que as oscilações das bolsas e as quedas acentuadas de determinados papéis já fizeram com que muita gente perdesse a economia de toda uma vida.

Sendo assim, para quem busca segurança, o mercado de ações não é o melhor caminho.

Em uma direção mais segura, é possível encontrar os títulos protegidos pelo Fundo Garantidor do Crédito (FGC). O FGC é a instituição que, no Brasil, se encarrega de dar as garantias para a Caderneta de Poupança, para os depósitos em conta-corrente e para vários dos títulos negociados pelos bancos, como o CDB, por exemplo.

O problema é que o FGC garante, no máximo, R$250 mil dos valores investidos. Talvez esse não seja um montante muito significativo para garantir uma boa rentabilidade a quem deseja investir pensando na aposentadoria.

Investir em imóveis é seguro e rentável

Os imóveis conseguem reunir as duas melhores qualidades de um investimento, que são a segurança e a rentabilidade.

Por um lado, o investimento em imóveis é seguro porque estamos falando de um patrimônio real e não de papéis que apresentam volatilidade. Por outro, esse tipo de investimento é rentável porque os imóveis podem ser alugados, proporcionando uma renda continuada.

Além disso, vale destacar que o mercado de locação é permanente. Afinal, vivemos em um país onde o déficit habitacional é imenso e onde a renda de grande parte das famílias não permite a aquisição da casa própria.

Diante desta realidade, resta a locação como única saída para os que não possuem moradia própria e não têm condições de adquiri-la. 

Liquidez e valorização

Outra característica que coloca os imóveis em posição de ótimos investimentos é a liquidez. É claro que essa característica está vinculada à qualidade do imóvel e à adequação do preço à realidade de mercado. Ou seja, se estamos falando de um bom imóvel que está com o preço certo, pode-se afirmar que ele terá boa liquidez. 

Além disso, os imóveis são valorizados com o tempo. Esta também é uma situação que está condicionada à qualidade do imóvel, incluindo, nesse aspecto, a localização e o padrão de acabamento, entre outros critérios. Porém, é fato que a imensa maioria dos imóveis valoriza após um determinado período.

Como o imóvel aumenta de preço em patamares acima da inflação, com o tempo, o valor dos aluguéis também poderá ser ajustado. Isso significa que, de tempos em tempos, a rentabilidade de quem tem um imóvel alugado também aumenta.

Sendo assim, formar um patrimônio imobiliário pensando na aposentadoria garante o reajuste periódico dos rendimentos.

Facilidade para comprar

Muitas vezes, quem busca alguma aplicação bancária pensando na aposentadoria faz isso porque é possível guardar um pouco de dinheiro de cada vez. Ora, esta possibilidade também existe no mercado imobiliário, como veremos a seguir. 

Imóveis na planta

Como o projeto da aposentadoria imobiliária é para o futuro, é possível pensar na compra de um imóvel ainda na planta. Nesta condição as construtoras oferecem preços mais baixos e grandes facilidades de pagamento.

Assim, com pouco recurso, é possível fazer o parcelamento do imóvel, viabilizando a compra.

Financiamento

Para os imóveis prontos, existem as opções de financiamento bancário.

Pelo Sistema Financeiro da Habitação (SFH), é possível comprar imóveis com valor de até R$950 mil nos estados do Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais e Distrito Federal, e R$800 mil nos demais estados da União.

Além disso, no SFH é permitida a utilização de recursos do FGTS para a compra do imóvel, inclusive aqueles depositados nas contas ativas.

Pelo Sistema Financeiro Imobiliário (SFI), é possível financiar imóveis com valores acima daqueles estabelecidos para o SFH.

Consórcio

O consórcio imobiliário tem se apresentado como uma excelente alternativa para quem deseja comprar um imóvel, mas não tem como fazer todo o pagamento à vista.

O sistema funciona como uma espécie de poupança, na qual o consorciado deposita mensalmente uma parcela do valor do bem que deseja adquirir Com isso, de maneira muito facilitada, ele acumula o dinheiro necessário para a aquisição. 

O valor do imóvel será entregue ao consorciado na forma de uma carta de crédito, com a qual ele fará a compra desejada. Cabe dizer que essa carta pode ser recebida de três formas: quando o grupo for encerrado, por sorteio ou se o consorciado der um lance vencedor em uma das assembleias.

O FGTS também pode ser utilizado para o pagamento de parcelas do consórcio ou para dar lance.

Qualidade de vida

Além da questão da aposentadoria, vale considerar que o investimento em um imóvel pode trazer ótimos resultados para a qualidade de vida da pessoa aposentada.

Quem compra um imóvel na praia, por exemplo, além de obter a rentabilidade com as locações por temporada, terá a satisfação de usufruir do patrimônio em estadias prazerosas.

Assim, fica claro que investir em imóveis pensando na aposentadoria reúne as melhores características possíveis, não é mesmo?

Para fazer esse tipo de investimento, ou obter mais informações sobre o assunto, entre em contato conosco! Ficaremos felizes em ajudar.

Sobre o autor

Imobiliária Shopping Imóveis

Deixar comentário.